ARTIGO

16 fevereiro 2016
DOCENTES DA FUNORTE SÃO EMPOSSADOS NA OAB-MG

O advogado e docente da Funorte, Warlem Freire Barbosa, tomou posse, neste mês de fevereiro, como Conselheiro da 11° Subseção da OAB-MG/Montes Claros. O profissional de 40 anos, especialista em Direito Processual, ministra há 4 anos na Funorte, a disciplina de Direito Processual Penal, na qual também é especialista, pela UNICOC, de Ribeirão Preto. 

Além de Warlem Freire, mais três professores da instituição foram empossados na cerimônia. Fernanda Fagundes Veloso e Antônio Luiz Nunes Salgado como Conselheiros e André Crisóstomo Fernandes como presidente da 11° Subseção da OAB-MG/Montes Claros.

Na entrevista a seguir, Warlem conta como foi o processo da posse, seu trabalho como advogado e docente e o mercado de trabalho para a área jurídica.

 

Como foi ser empossado como conselheiro do conselho?                                            

Vejo com uma oportunidade ímpar de contribuir com o crescimento da advocacia, uma vez que na função de Conselheiro, caberá a nós zelar pelo respeito e ética na advocacia.


Como funciona o processo de escolha para a composição da OAB?

A escolha se procede levando em consideração a reputação dos profissionais e sua representatividade na advocacia, de forma que, ao Aldo do Presidente, possam desenvolver um trabalho de valorização da própria advocacia e conseqüentemente, fortalecimento da classe. Enfim, a escolha nas da representatividade e credibilidade que o profissional transmite à sua classe. Após formada a chapa, esta é submetida à eleição direta e secreta.


Quais são as atribuições do seu cargo?

Como Conselheiro Subseccional, cabe a nós, instruir todos os procedimentos administrativos em que um profissional da advocacia esteja respondendo por eventual falha de conduta. Assim, cabe a nós, diante da representação apresentada à OAB, ouvir as partes e reunir todas as possíveis provas, para que o Conselho Seccional (Belo Horizonte) esteja habilitado a julgar o citado profissional. Ainda cabe a nós, instalar procedimentos de ofício para apurar desvios de conduta de nossos colegas profissionais.


Qual a área de atuação e importância da OAB para Montes Claros e região?

Como Subseção, ligada diretamente à Seccional (BH) e à OAB Federal (Brasília), a OAB em Montes Claros funciona como uma parte importantíssima dessa engrenagem que é a OAB, na defesa dos Direitos Humanos e da Cidadania. Dessa forma, em Montes Claros a OAB se faz sempre presente em todos os assuntos relacionados à proteção do cidadão e à busca pela dignidade humana acima de tudo.


Como conciliará as funções jurídicas com a de docência?

Uma é diretamente ligada e dependente da outra, penso eu. Para assegurar uma boa qualidade na docência, sobretudo, de algumas disciplinas, penso ser fundamental o contato diário com as funções jurídicas, para que possamos fornecer aos nossos alunos uma boa noção do que encontrarão na prática e até mesmo contribuir para que eles saibam se decidir na hora de escolher o rumo profissional.


Como enxerga o papel do advogado na sociedade contemporânea?

Indispensável, como a própria Constituição estabelece em seu artigo 133. O advogado é, na administração da justiça, o grande diferencial na defesa do cidadão. É o advogado, o primeiro Juiz da causa, cabendo a ele, apresentar ao cidadão os seus direitos e, diante do caso concreto, a viabilidade ou não do ajuizamento da ação ou até mesmo dos meios disponíveis para o exercício de sua defesa. A advocacia exercida com ética é, sem dúvidas, a base de sustentação ao exercício da cidadania.


O que é ser advogado para você?

Como sempre saliento aos nossos alunos, o exercício da advocacia requer, sobretudo, vocação. O próprio nome, em sua origem, denuncia sua função. Oriunda do latim, advocatus, significa chamado para estar junto, ou ainda vocação para estar ao lado daqueles que necessitam. Assim, sempre visualizei a advocacia como uma vocação para ajudar. Sobretudo, quando um cidadão precisa se defender das garras do Estado, surge ali a necessidade de alguém que, vocacionado, possa acompanhá-lo no árduo caminho que é o processo. Sempre que houver um cidadão em confronto com o Estado, ali estarei eu, de pé e a ordem para acompanhá-lo – o cidadão - e de mãos dadas alcançar, para ele, a decisão mais justa.


Quais são seus planos futuros?

Sempre sonhei em consolidar meu nome no exercício da advocacia, o que não se apresenta fácil nos dias atuais. Exige, portanto, muita preparação, estudo e dedicação. O que tenho feito diariamente. Como sempre entendi a docência como parte integrante da advocacia, estar sempre em sala de aula, ajudando a formar novos profissionais é um sonho que sempre carreguei desde a infância e, por isso, também requer preparação. Assim busco para o futuro a realização de um curso de Pós-Graduação Strictu Sensu. Assim, para o futuro, nada de tão mirabolante. Apenas estar sempre pronto para servir ao próximo, como instrumento nas mãos de Deus, no exercício da advocacia e da docência!

Samuel Evangelista

15/02/2016 - 09h55

OPERAÇÃO LAVAJATO – Dai a César o que é de César!
30 março 2016
DOCENTES DA FUNORTE SÃO EMPOSSADOS NA OAB-MG
16 fevereiro 2016
LEI MARIA DA PENHA: UMA ANÁLISE DA EFICÁCIA DA ESTRUTURAÇÃO DOS SERVIÇOS ESPECIALIZADOS INTEGRANTES DA REDE DE PROTEÇÃO E ATENDIMENTO À MULHER VÍTIMA DE VIOLÊNCIA PREVISTOS NA LEI Nº 11.340/2006
26 novembro 2015
Veja mais